A necessidade da embalagem surgiu com o advento da agricultura em larga escala e a revolução industrial. A criação de embalagens tinha a necessidade principal de proteger os produtos de insetos e roedores, além de manter a validade do produto por mais tempo, já que eram transportados por longas distâncias.

Hoje a criação de embalagens evolui junto com a sociedade e com o mercado. Novas funções foram atribuídas às embalagens juntamente com o diferente modo de vida das pessoas. AS embalagens hoje devem, além de proteger e ajudar no transporte do produto, informar os consumidores e atraí-los. E para isso o processo de criação se tornou mais complexo e com várias etapas:

  1. Estudo de público

Primeiramente é preciso entender o público consumidor do produto para o qual se irá criar a embalagem. É muito importante entender o comportamento do consumidor e do comprador do produto, onde ele é comprado, como é consumido e o que o público espera do produto.

  1. Estudo de mercado

Conhecendo o público, é preciso entender o mercado. Quais os concorrentes diretos e indiretos, como é o ponto de venda do produto, quais são as deficiências do mercado que podem ser supridas com este produto e qual é o visual comum dos produtos similares no mercado.

criação-de-embalagens

  1. Estudo de logística

Neste momento é importante entender o fabricante do produto, sabendo como ele fabrica, embala e distribui o produto. A criação de embalagens deve levar em conta todo este processo para desenvolver embalagens que protejam o produto durante a fabricação e transporte, sejam viáveis comercialmente para o fabricante, e que realmente repassem os atributos do produto.

criação-de-embalagens

  1. Definição de códigos e legislação

Cada tipo de produto deve seguir diferentes regras de rotulagem, como produtos de derivação animal, produtos industrializados, produtos sem lactose e outros. Por isso o designer da embalagem deve entender o produto e sua composição, saber por quais órgãos legisladores este produto deverá ser aprovado para ser comercializado, e estudar quais as normas vigentes para aplica-las na embalagem. A falta de conhecimento dos códigos e legislação torna o processo de criação de embalagens mais longo e trabalhoso. Já que a embalagem pode ser reprovada várias vezes pelos órgãos competentes se não seguir as regras específicas do produto, como valores nutricionais, validade, código de barra, pesos, e muitas outras.

criação-de-embalagens

  1. Design de embalagem

Agora sim, com todo o estudo do público, produto, mercado e normas, o designer pode criar as embalagens com a certeza de desenvolver artes que irão atender o cliente, destacarão o produto e estão corretas perante a lei. Nesse momento o designer irá utilizar todo o conhecimento adquirido de sua experiência e dos estudos realizados para a criação de embalagens que realcem os atributos do produto, protejam o produto do transporte, comercialização e maximizem a validade, informem o consumidor, e atraiam o comprador no PDV.

embalagens

Com certeza uma embalagem de sucesso deve passar por todo este processo para a criação de embalagens eficientes que consigam abranger as necessidades do cliente, do fabricante, do consumidor e do comprador.

Nós temos um enorme cuidado com todas as fases do processo de criação de embalagens que deve ter como papel central o design, mas sempre levando em consideração todas as variáveis envolvidas no processo. Trabalhamos com Inteligência de Embalagem, um serviço completo que consegue criar embalagens que realmente representem o produto e tragam destaque para aumentar as vendas e otimizar os custos. Muito mais que um design bonito, um design de embalagens que funciona e vende.